segunda-feira, janeiro 29, 2007

 

Buenos Aires, destino


Será nossa 3ª ida à cidade. E, a cada vez, novas e deliciosas descobertas, uma familiarização maior com suas ruas, táxis, cafés, restaurantes, livrarias, museus, teatros, cinema, música, dança, língua... Buenos Aires é apaixonante!

.

Deixarei a voz de Adriana Nano, aqui no blog, cantando 2 belas canções, falando da cidade... De uma delas consegui a letra [Siempre se vuelve a Buenos Aires, de Blázquez & Piazzolla], da outra não [Buenos Aires, destino, de Borges & Jairo].

.






Siempre se vuelve a Buenos Aires
Eladia Blázquez y Astor Piazzolla


Esta ciudad está embrujada, sin saber,
por el hechizo cautivame de volver.
No sé si para bien, no sé si para mal,
volver tiene la magia de un ritual.
Yo soy de aqui, de otro lugar no puedo ser,
me reconozco en la costumbre de volver
a reencontrarme en mí, a valorar después
las cosas que perdi... ¡La vida que se fue!

Llegué y casi estoy a pumo de partir...,
sintiendo que me voy y no me quiero ir.
Doblé Ia esquina de mí misma
[para comprender
que nadie escapa al faralismo de su propio ser.
Y estoy pisando tus baldosas,
floreciéndome las rosas por volver.

Esta ciudad no sé si existe, si es así
o algún poeta la ha inventado para mí.
Es como una mujer, profética y fatal
pidiendo el sacrificio hasta eI final.

Pero también tiene otra voz, tiene otra piei
y el gesto abierto de la mesa de café,
el sentimiemo en flor, la mano fraternal
y el rostro del amor en cada umbral.

Ya sé que no es casual haber nacido aquí
y ser un poco así... triste y sentimental.
Ya sé que no es casual que un fueye por los dos
nos cante el funeral para decir... adiós.

Decirte adiós a vos... ya ves, no puede ser
si siempre y siempre sos
[una razón para volver.

Siempre se vuelve a Buenos Aires, a buscar
esa manera melancólica de amar...
Lo sabe sólo aquel que tuvo que vivir
enfermo de nostalgia...
[casi a punto de morir.


"Yentró a Buenos Aires buscando su perfil más agudo entre sus
barcos, sus bandoneones y los hogares limpios del pueblo donde
el Tango abre en el crepúsculo sus mejores abanicos de lágrimas."

Federico Garcia Lorca, Bs. As., 1933

.



Comments:
Boa viagem pra vcs, aproveitem!!! beijos.
 
'brigadão, Vivien!
Qdo voltarmos, nos falamos/encontramos, novamente...
bjão,
Clé
 
De viagem marcada para Bs As?
Delícia!!!
Viajar é sempre bom.
Mas esse é um destino muito
especial, por tudo o que você mencionou.
Boa viagem, divirtam-se!
Beijos,
Bia Alessi.
 
to com saudades!!!! beijos.
 
Eu adoro esse orgulho de ser argentino, sabe? Nesse sentido, como carioca, identifico-me muito com os porteños. Não sou chegada a disputas de melhor ou pior, compreenda. Sou dessas que, ao voltar de viagem, sentem-se em casa só de botar os pés no aeroporto ou na rodoviária. Você não faz idéia... ;-)
 
Eu entendo, sim, Beatriz...
 
Houve um tempo em que eu trabalhava em Niterói... E voltava, pela ponte, ao fim do dia. Via o sol se pondo na baía e o Rio "chegando"... Me dava uma alegria louca, sabe!? Sem exagero, meus olhos chegavam a ficar marejados. Todos os dias. Sem exceção.
 
Bia (posso chamá-la assim?)

Eu a-d-o-r-o nascer & pôr do sol... Aqui em casa, da nossa varanda e da sala, temos o privilégio de ver o nascer do sol, entre as montanhas, diariamente! É lindo!!! As noites, aqui, tb são sempre estreladas, e a lua, segundo nossa filha, Cecília, está mais próxima de Valinhos que de qquer outro lugar do planeta...! O céu é algo mágico, né? Assim como o mar... E você o tem, aí, pertinho. É delicioso perder o olhar no seu horizonte. Dizem, inclusive, que isso é ótimo pra relaxar os olhos (ter um ponto bem distante e sem impecilhos pra ver)... Adoro o burburinho do mar, o quebrar das ondas e a maresia.
 
Achei a letra de Buenos Aires, destino para você. Segue o poema de Borges:

"Y la ciudad, ahora, es como un plano
de mis humillaciones y fracasos;
desde esa puerta he visto los ocasos
y ante ese mármol he aguardado en vano.
Aquí el incierto ayer y el hoy distinto
me han deparado los comunes casos
de toda suerte humana; aquí mis pasos
urden su incalculable laberinto
aquí la tarde cenicienta espera
el fruto que le debe la mañana.
Aquí mi sombra en la no menos vana
sombra final se perderá, ligera.
No nos une el amor sino el espanto;
será por eso que la quiero tanto."

Achei neste blog Burtonesca.
 
Nossa, que delicadeza, sua, procurar pra mim... Amei, Bia!

Não consegui, no entanto, acessar o blog... (mande-me o endereço)

bjão,
Clé
 
O endereço do tal blog é esse aqui: http://burtonesca.blogspot.com/2007/01/y-la-ciudad-ahora-es-como-un-plano-de.html

É que, como eu perdi o sono, resolvi escutar as músicas do seu blog e, como não achei a letra de "Buenos Aires, destino", fui procurá-la.
 
De qquer forma, Bia, achei muito legal da sua parte, procurá-la, encontrá-la e enviá-la pra mim... 'brigadão!

'Tô acordada desde a madrugada, passeando por blogs de amigos... Fiquei ripando uma porção de músicas e jogando-as no GOEAR, pr'um comentário musical enoooooorme, no blog A casa da mãe Joana. Dê um pulinho lá, pra ver e, quem, sabe, opinar tb.

Agora, acho, conseguirei acessar o blog "Burtonesca". Não conheço, nem ouvi falar...

Valeu!

bjo,
Clé

PS: Legal você continuar circulando pelo Achados... Comente, sempre que quiser, pois recebo a sinalização de que há comentário(s) e em qual(quais) post(s).
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?